Make your own free website on Tripod.com
Esta pagina fue contribuida por Debora Dumas, una amiga muy especial en mi corazón :)

Poder do Amor


"Ah! Quem me dera
Romper as torrentes
Dragar o meu pranto
Atravessar as pontes

Trazer por encanto
Abrigar no meu manto
Sem adeus, os risos seus...

Danço no azul da noite
E de tanto subir aos céus
Trago estrelas que são vestes
do corpo seu.

Ainda corro entre colinas
Recolho as douradas crinas
Que o sol doou pra lhe ofertar.

Ah! Quem me dera
Abrir a porta e você se instalar,
No canto, no encanto do dia
que vai chegar.
Então chegue assim...
Pode entrar."


Silda Marnei de Almeida Sobreira

Soneto do Amor

Soneto do Amor Total


Amo-te tanto, meu amor....não cante
O humano coração com mais verdade...
amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
E que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.


Vinícius de Moraes

regresando a pagina principal